domingo, 25 de junho de 2017

Barcelos pela fresca liberdade

Nesta manhã serena, recordo tua praceta... Onde em tempos me julgaram no teu lugar, sem dó nem piedade. Hoje, passeio livre. Esta liberdade fui eu que a conquistei, e não, os capitães de Abril.