quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Este texto é para o Costa do Castelo

"Tu perguntas-me em que penso, e se penso é porque estou vivo, ou existo como dizia o filósofo. Agora, penso muitas coisas, e coisas que não posso expor em público, porque a minha experiência tem dito que a repressão socioeconómica está a cada passo que me exponho publicamente. Este governo quer calar-me pelas vias legais que no fundo não têm legitimidade democrática.
Enganem-se aqueles que pensam que a liberdade de expressão existe em pleno. É uma grande mentira. O Poder político arranja sempre formas para calar vozes contestatárias"
Q.A.

Sem comentários:

Enviar um comentário