quarta-feira, 18 de novembro de 2015

 
Sinto vontade de visitar a igreja com a qual me tenho identificado. Não sou praticante da missa domingueira, mas contra isso nada tenho. Até é de louvar o esforço solidário do pároco da terra que me adotou, que nos seus poucos fiéis domingueiros, não perde a esperança de levar a palavra de Deus ao paroquianos.
Nesta belíssima Matriz da Nossa Senhora da Visitação passei muitos momentos de reflexão, num silêncio de veludo onde a minha alma pedia conforto.
Estranhamente, certa...s pessoas não compreendiam bem, porque se vai tantas vezes a uma igreja e não se vai à missa de domingo. O encontro com Deus faz-se em qualquer sítio que nos queiramos bem. Nos templos de Deus o encontro pode ser imediato se para isso estivermos predestinados.
Pisar o chão secular da igreja, e nele caminhar em silêncio, é respeitar os nossos entes queridos que já partiram, é um sinal que ainda acreditamos nos homens e mulheres com fé e esperança na vida terrena.
Q.A.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário