quinta-feira, 20 de março de 2014

CONTOS DE ENCANTOS

"A Maresia de Estrela"


Nas areias finas da sua praia de eleição, Estrela imaginava o seu mundo ideal, isento de sofrimento desmedido; um mundo de paz e harmonia entre os homens.
No seu corpo débil, moldado para a sua idade, sobressaía o regaço, com toda a sua candura de uma adolescente. Em seus olhos verdes, espelhava o seu sonho de menina, pois Estrela sonhava com um amor sem fronteiras, onde poderia dar alento aos seus desejos, que se iam perdendo no tempo.
Esperava, espraiada ao longo dos rochedos, pela frescura da água salgada que, em ondas por vezes gigantescas, batiam nas suas pernas franzinas e aí experimentava os odores inalados pela maresia, nas tardes quentes de verão.

www.amazon.com

by Quito Arantes