domingo, 9 de julho de 2017

Encantado com a entrega sem preconceito, desinteressadamente vens caminhando para mim, sem compromissos, sem obrigações, só tu e eu neste mundo injusto, racista e oportunista. Doí-me ver as lutas sem fim, doí-me a tristeza das crianças e a solidão dos idosos. Tu e eu e o mundo fatídico que espera por nós num saque imperdoável.
Se um dia ficarmos longe que seja pela alegria que vivemos juntos e nos levou para a frente, sem atrasos...
Q.A.
09/07/2017