segunda-feira, 17 de abril de 2017

MICRO CONTO:
Um dia cheguei a casa, não sei se era minha ou emprestada por um tempo sem fim à vista. Fui à janela do escritório e reparei que o mundo estava em mudança, não porque fosse normal essa mudança, mas porque eu assim o vi, despido de preconceito, onde tudo existia, mesmo aquilo que mais eu queria.
O amor não estava lá, tinha ficado nuns abraços quentes e fraternos. Hoje recordo que todos os erros tinham sido meus, ninguém, mesmo ninguém estaria disposto a receber-me na minha confusa imensidão do acaso.

Sem comentários:

Enviar um comentário