segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Durante estes quarenta e dois anos de democracia, esbanjou-se dinheiros públicos sem dó e piedade. Por alguma razão temos a dívida pública tão elevada. E não me digam que os portugueses são pouco produtivos. Temos é uma cambada de incompetentes a governar o país anos a fio, venham eles da esquerda ou da direita. Estão todos viciados no poder, e no estrelato mediato. Um bando de vaidosos que se pavoneiam nos corredores da Assembleia da República.
Os desgraçados dos trabalhado...res indiferenciados que vão lutando por melhores condições de vida constroem famílias desiguais, onde as crianças descriminam-se em tenra idade. Caminhamos para o rico e o pobre, classe média parece que vai deixar de existir, o que é uma grande perda para a sociedade portuguesa. O motor de luta pela igualdade que é a classe média, vai dar lugar ao capital dos ricos que não olha a meios para atingir os seus fins.
Pág. 88/89

Sem comentários:

Enviar um comentário