segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Eu sabia que aquele dia prenunciava o fim de tempos de sonhos felizes.
Mas nem por isso deixei de te amar, porque existem coisas que ficam sempre na nossa memória. Os teus olhos, a tua voz meiga, e tudo aquilo que eu não soube acariciar, ficaram nas recordações de um sonho bonito.
Mas a vida é assim, o sol pôs-se e eu fiquei sem ti… Quem sabe, para sempre…
Resta-me aprender a lição que a vida me diz e me ensina mesmo sem eu querer.
Q. A.