quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

"CONTOS DE ENCANTOS"

 "O mar estava-lhe no sangue. Estrela, filha de um pescador, vivendo na aldeia piscatória, pois tudo se conjugava para que um dia casasse com um mareante e, assim, dar continuidade à tradição familiar. Mas Estrela não tinha a intenção de ser mais uma viúva da aldeia, a quem o mar levava os seus maridos, sem dó nem piedade. Por isso, Estrela debatia para que se criassem normas estruturais, com a finalidade de restabelecer a pesca tradicional. Queria que os pescadores fossem ao mar, com a certeza, porém, de que em qualquer das situações do momento, regressassem ilesos das crueldades do mar. Gostava que a pesca fosse uma profissão precavida e que ninguém perdesse a vida. Nenhum pescador."

"A maresia de Estrela" - In Contos de Encantos 

Sem comentários:

Enviar um comentário