sábado, 4 de janeiro de 2014

Contos de Encantos - excerto

 Reconheço que a simples conversa informal não passou mesmo disso, mas as redes sociais desencadeiam emoções que se vão revelando dia após dia. Dias infelizes tornam-se, de um momento para outro, em ensejos de felicidade, preenchendo corações vazios.
Reconheço também que, desde o primeiro dia, aquele em que travamos conhecimento, houve sempre respeito mútuo. Vidas completamente diferentes, mas com sentimentos muito semelhantes, onde as palavras iam fluindo em carinhos profundos.
Pouco ou nada me importava no que poderia acontecer de futuro, apenas vivia o dia-a-dia, em conversas bonitas e prendadas. E, quando me sentia dominado por um estado de ansiedade, muitas vezes sem fundamento, as suas palavras me acalmavam e me transmitiam a serenidade, por mim tão desejada, para continuar o meu dia, harmoniosamente, em sintonia com a sociedade.
Neste recanto em que me encontro, não deixo, contudo, de acalentar a esperança, em busca de melhores dias, onde reine a paz numa compreensão mútua de seres que se completam. Confesso que nunca foi muito fácil alguém compreender-me, pois nunca fui muito normal para o comum dos mortais, mas agora vejo que há estados de alma que, sem o menor esforço, entram nas nossas vidas…
 
Quito Arantes