quinta-feira, 4 de julho de 2013

Aquele abraço!!!

Aquele abraço prolongado, que acalorou, a minha virgem renuncia...
Enquanto que o Adeus, não der sangue pelas veias trémulas,
Fiquei contigo dançando com o que daí provia.
Agora, sou eu, és tu, somos nós e o que nossos corações quiserem...

 

2 comentários:

mariam disse...

Lindo lugar, bela foto! Pbs :)

mariam

Anónimo disse...

Simplicidade,
onde há lugar
para o Sonho de entes
que crêem
e acolhem corações:
"eu...tu",
num devir plural - "nós",
entrelaçado
na sua singularidade!
Obg. pelo "Lindo Sentir"!