sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Igreja Matriz de Barcelos

São muitas as vezes que passo por ti, pela madrugada, onde a luz do sol ainda não te iluminou.
Vejo o teu porte monumental, ancestral, virada para o rio Cávado, onde as suas margens passam aí bem perto.
Ainda bem que te iluminam nas noites calmas, enquanto a cidade dorme, esperando que traga um bom dia para todos os barcelenses.