segunda-feira, 15 de maio de 2017

O maravilhoso mundo do já e agora

Estou de acordo com o grande pensador Professor Agostinho da Silva.
O homem não nasceu para trabalhar, mas sim para viver e criar os seus anseios.
Quem inventou...
o trabalho assalariado devia ter sido um demente.
O Estado, no mundo em geral, devia dar as condições condignas para as pessoas poderem viver normalmente sem luxos. Quem quisesse ter mais, esses sim, teria que fazer um esforço extra, mas com limites de ostentação. Assim não haveria crianças a morrer de fome, idosos abandonados e a natureza não era violentada. Isto seria um mundo feliz e não seria utópico como muitos pensam. O cerebro humano chegou a um estado de evolução que pode criar concenços de fraternidade e Amor, basta quererem.