sábado, 23 de abril de 2016

UMA APRECIAÇÃO DA POLITICA NACIONAL:


 

Esta mais que provado que os nossos parlamentares estão completamente minados por interesses instalados na sociedade.

Nunca vi a esquerda radical parecendo cordeiros amestrados, um partido comunista tão ciente das suas origens, que agora é comandado pela sua central sindical (CGTP). O que Arménio Carlos disser é o que o partido comunista faz...

O apêndice do PC, PEV, é tudo menos um partido que defende a sustentabilidade dos interesses do ecossistema português. A sua preocupação é defender o proletariado como se tivéssemos no princípio do século XX.

Tenho que levar tudo a direito; O PSD e CDS, como sabemos defende a austeridade como única forma de combater o défice da dívida portuguesa. Não encontram outra solução, não são criativos, falta de soluções para os problemas sociais do país.

O Pan, não sei que diga deste pequeno partido e para onde vão as suas politicas de proteção da vida animal e da natureza, não vejo intervenção relevante no parlamento, nem sequer projetos de lei apresentados.

Chego à conclusão que esta classe de políticos, não passam de uns aprendizes de filósofos, que vão ganhando os seus ordenados milionários, oferecidos pelos contribuintes.

Por falar em geringonça, vou ter que incluir todo o parlamento como a real geringonça que nos tem governado nos últimos 42 anos, e que nos mantiveram na cauda da europa. Eu sei do que falo, pois eu assisti ao 25 de abril de 1974, e analisando bem estas coisas, ainda não vi nenhum governo competente para ficar para a história de Portugal por nos ter tirado desta propriedade.
Q.A.
 

 

Sem comentários:

Enviar um comentário