sexta-feira, 27 de setembro de 2013

"A Carta" - Há coisas que ao Diabo não lembram

"Desço na clareza do teu leito, como se o amanhã fosse já ali, como se o mundo conspirasse uma flor de lótus para afagar as minhas incertezas. Depois do nada, floresce a paisagem inocula, que eu transporto na alma. Os dias são noite e as noites são dias. O tempo mata-me a saudade em pequenas pétalas quando nos vemos crescer um ao lado do outro."

In " A Carta " - Há coisas que ao diabo não lembram

Quito Arantes