terça-feira, 18 de outubro de 2011

O recuperador de tempo

Pode o tempo passar sem que olhemos para trás, e quisesse-mos recuperar algo perdido no passado, que irremediavelmente não podemos alcançar?


Esta é uma história de um homem, que incansavelmente luta contra o tempo perdido na sua vida de futilidades.


Já entrado na idade, descobre, que pouco ou nada da vida de boémio contribuiu para o bem-estar da sua existência.


Depois de várias lutas com a sua existência, descobre a fórmula de recuperação de tempo.


Uma viagem às mais ínfimas opções de vida, passando de homem solitário, a salvador da humanidade.

Esta história de ficção leva-nos ao imaginário do ser humano, tentando passar a mensagem, que a vida é curta de mais, para perdermos tempo com coisas, que nem chegam sequer a ser coisa alguma

Sem comentários:

Enviar um comentário