terça-feira, 14 de junho de 2011

LANÇAMENTO DO NOVO TRABALHO LITERÁRIO DE QUITO ARANTES; VERÃO QUENTE DE 1984

Depois de ter encontrado, passado 27 anos, um maço de papel amarelado devido a um longo período no fundo de um baú; eis que me lembrei de partilhar convosco estes poemas surreais de uma juventude atribulada.

São dois meses de escrita e viagem pelas estradas da Europa no tempo da guerra fria.

Tudo se passou entre Agosto e Outubro de 1984, que agora em forma de livro vos apresento.