segunda-feira, 5 de abril de 2010

No descanso da romaria

Também as coisas devem descansar,os objectos, as emoções e todo um conjunto de situações que dão alegria às nossas vidas. A vida tem o seu tempo, certo que iremos repousar eternamente, mas dar descanso às nossas imaginações também nos dá saúde e forças para combater as contrariedades da vida. Tudo queremos e nada sabemos sobre o que nos está reservado para o dia inesperado. Iremos devagar dar azo às nossas alegrias, mesmo que a emoção nos traga um sem fim de consequências.