domingo, 25 de dezembro de 2016

Roteiro Sensório


quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Quito Arantes


segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Pelos vistos houve um encontro de escritores barcelenses na biblioteca municipal de barcelos, não sei quem foram os pseudo intelectuais que organizaram este encontro... O que é certo é que não fui convidado, apesar dos meus 50 anos dedicados a esta cidade que me viu crescer. Eu sei que santos da casa não fazem milagres, mas despir um santo para vestir outro é de uma falta de senso de bradar os Céus.
Assino: Quito Arantes Escritor barcelense
Foto: # 33688FA

domingo, 18 de dezembro de 2016










Licores do Laboreiro são um marco na evolução sem preconceitos do teor artesanal. Não se fica por aqui, e agora num conceito mais abrangente com Sabores na Nossa Terra, apresenta produtos 100% biológicos de terra fértil, onde só o estrume de cabra e galinhas cabe. Pode encontrar-me em Perelhal, Barcelos, paralelo à estrada nacional. A terra dá alimento todo o ano é só uma questão de sementeira e colheita tradicional.
Descansem os apreciadores dos Licores do Laboreiro que eles não vieram para ficar pelo caminho. E como se costuma dizer: - O que é Nacional é Bom!!!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

UNO uma Ova!!!

O Presidente da República e Primeiro ministro e sua comitiva, devia era estar em Vila Nova de Foz Côa para resolver a triste realidade da familia que não tem condições condignas de viver, em vez de ir para Nova Yorque gastar dinheiro dos contribuintes. Ah!!! Porque o dinheiro que eles vão gastar aos contribuintes dava muito bem para resolver o problema dessa familia e de muitas mais em Portugal. Caiam na realidade politicos perversos....

sábado, 10 de dezembro de 2016

"Nas tuas agrestes montanhas e cristalinas águas, respirei e bebi um tempo sem fim.
Guardo em ti o poder da natureza na sua forma mais singular. Agradeço-te os anos vividos em tua comunhão, e como se de nada me separasse do teu ser, fica-me a memória de um dia a ti regressar."
Quito Arantes Escritor
Foto: # 33688FA
Temos que construir casas lacustres para evitar os ratos de esgoto que assolam-nos a cada momento. Temos gente a querer subir na carreira profissional à custa da desgraça dos outros. Temos entidades oficiais que preferem a mentira para que a lei se cumpra. Temos diretores (as) de delegações que se escondem atrás de gabinetes e não são capaz de dar a cara em assuntos pertinentes.
Vejam como estas coisas estão: - É preciso marcar uma audiência para falar com um diretor(a) de um organismo do Estado.
Apetecia-me "soltar os cães" para acabar com esta burocracia, mas não o faço porque sei que vou ser lesado e até estes ratos do esgoto são capazes de me porem a pedir se a verdade prevalecer.
País de corruptos...
Foto: # 33688FA

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016


O mundo dos debates quinzenais da Assembleia da República, são um autêntico circo, de um lado a oposição a mostrar ao primeiro-ministro que não é este o caminho que Portugal deve levar, e por outro lado, as feras apoiantes do governo sedentas de sangue, querendo mostrar de forma mágica que tudo que o anterior governo fez foi contra o Estado Social. Eu pergunto: - Alguma vez em Portugal houve Estado Social? Por mais que o partido comunista e o partido socialista queiram afirmar que sim, mentem com todos os dentes, e isso é muito mau para quem está a ouvir e que acompanhou os 42 anos de democracia.

Se Cavaco Silva era um palhaço, segundo Sousa Tavares, estes senhores que estão no parlamento são uns autênticos bobos da Corte de Costa do Castelo. E mais não me apetece dizer que me cria azia.
Q.A.

Daughter - "Still"


Às vezes fico a pensar que posso ser o próximo a cair na sarjeta... Sim posso mesmo ser o próximo, porque o amanhã é sempre uma incerteza, neste país virado aos... cifrões. Deixo-me cair na minha insignificância, e vejo abutres rasgando carne já podre ficada. Eu devo ter uma história que deve interessar a alguém? Ou talvez não. Serei mais um dos comuns mortais que a sociedade nada dá por eles, e que podiam muito bem, mudar o curso de muitas histórias e sofrimentos desnecessários.
Q.A.  foto # 33688FA

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Anda meio mundo a ajudar e meio mundo a foder o parceiro. Não entendo a frieza e a falta de humidade com que certas pessoas se apresentam a outras. Arrogantes, donas de meio mundo, mas vão morrer como os outros ou ainda pior, "Deus escreve direito por linha tortas".
Começo a pensar que ninguém se importa com o ser desconhecido, são seres humanos, não podem ser ignorados...
Foda-se isto está mesmo a saque, não tem por onde se lhe pegue.
Socilaistas de gaveta, comunistas burgueses, bloquista ironizados, sociais democratas de compadrios, centristas idem. Uma gamela onde todos estes partidos comem, oferecidos os jantares pelos contribuintes, e não. Não existe o minimo de respeito pelo mais humilde. Estamos entregue a uma cambada de snobes.
Q.A.

domingo, 4 de dezembro de 2016

Só para esclarecer os meus amigos...
Eu não sou de esquerda, até porque escrevo e faço tudo com a mão direita, ou quase tudo. Só fico espantado com individuos que se mexerem no seu partido caí o Carmo e a Trindade. Meu Deus, não se pode falar mal do PCP ou do BE, é pecado! No tempo que corria sangue, bombas e assaltos políticos eu até achava engraçado ser de esquerda, mas nos tempos que correm, e com o país como está, dá-me dó ver gente a passar mal. Não vai ser a esquerda q
ue vai dar futuro a Portugal, só nos vai enterrar ainda mais , como fez durante 42 anos.
Agora digam se sou eu que tenho que ser tratado ou essa treta de burgueses ditos de esquerda ,defensores do proletariado, que à noite vão para o bairro alto emborracharem-se. Estou farto da reenvidicação. Quero ser pago pelo meu trabalho, pelo pão que mereço, não pelo pão do meu vizinho.



Waiting for my real life to begin - Colin Hay


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Este texto é para o Costa do Castelo

"Tu perguntas-me em que penso, e se penso é porque estou vivo, ou existo como dizia o filósofo. Agora, penso muitas coisas, e coisas que não posso expor em público, porque a minha experiência tem dito que a repressão socioeconómica está a cada passo que me exponho publicamente. Este governo quer calar-me pelas vias legais que no fundo não têm legitimidade democrática.
Enganem-se aqueles que pensam que a liberdade de expressão existe em pleno. É uma grande mentira. O Poder político arranja sempre formas para calar vozes contestatárias"
Q.A.
Temos um país entregue à incompetência, ao compadrio e a uma gentinha que se gosta de ver na passadeira vermelha, como se isso fosse glorificante, ou bom para a... o bem comum.
Temos grades na sociedade que 42 anos de democracia ainda não conseguiram destrui-las. Temos os pobres a pagar os erros dos ricos, e estes mesmos ricos a passarem impunes à nossa frente.
A ganância dos salários milionários é de tal forma evidente que os nossos políticos parlamentares, aqueles que ditam o nosso futuro, mesmo contra vontade do povo, destrocem a justiça social.
A justiça social não está em nenhum partido político, está na consciência do ser humano, no ser solidário, e que os tecnocratas corrompem as mentes, com promessas irrisórias.
Q.A.
Foto: # 33688FA

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Gira como o Girassol, e nós giramos com o que é apresentado na nossa frente, no dia-a-dia. Mas teremos calma suficiente para suportar o stress desta vida agitada da cidade? Teremos a calma devida para atuarmos em conformidade, e serenamente, acompanharmos o movimento da terra em volta do sol? Giraremos na nossa quietude como o Girassol?
Q.A.
Foto: # 33688FA

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

"Os políticos são das pessoas mais inseguras que eu conheci até hoje. Precisam de valerem-se do seu poder autoritário para prevalecerem por cima dos cidadãos comuns.
É incrível as suas arrogâncias, e falta de visão cultural e ecossustentável.
Embrulhem-se, plastifiquem-se, armem-se em fortes, porque a vossa fortaleza é só dentro do vosso casulo..."
Q.A.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Fausto Silveira tentava desmistificar a encomenda que o russo tinha feito a Andreia de Falco. Três telas sobre dragões, faziam-no imaginar que algo rocambolesco poderia estar a passar-se. De vez enquanto o inspetor passava pelo trabalho de Andreia para tentar saber mais sobre o russo e que ideias ele tinha dado para os quadros. Mas Andreia pouco lhe podia adiantar a não ser que ele parecia ter um fetiche com um quadro de pequenos dragões bebés que este lhe tinha comprado por ...um preço alto sem regatear.
Fausto Silveira analisou a foto do quadro tentando interpretá-lo como se tivesse a pensar pela cabeça do russo. Talvez na sua ideia houvesse algo de paternal, acompanhado de uma misteriosa vontade catastrófica no meio daquilo tudo, mas eram só pequenas sobreposições. Não queria pensar que estava perante um infanticida. Aliás as suas ligações ao petróleo russo leva-lhe para outros campos menos trágicos. Pensava Fausto Silveira que o russo era mais um dos muitos corruptos da sociedade russa.
in "Como um rio correndo para o mar"
Página 47

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Um teto, um amigo(a), é tão pouco que preciso... Já não estou na altura de procriar, mas estou na altura de ter gente e animais em volta de mim. Estou na altura de afirmar quem sou de verdade, sem medos, sem rodeos... Gosto de olhar nos olhos dos animais, eles só nos dizem verdades, nunca mentem. Enquanto a minha gata Pipoca se enrosca no meu pescoço eu estou feliz, não quero saber de mais nada, e depois, ela se vai e volta sempre ao meu aconchego. Era bom que fosse assim com as relações humanas, mas poucas vezes isso acontece.
Espero que na próxima primavera as andorinhas tragam novos ventos, que pela proa levarei o meu barco ao seu bom porto.
QA
Foto # 33688FA

domingo, 20 de novembro de 2016

Na manhã dourada reenvento a minha cidade, onde nada se desperta, e de fininho vou caminhando para não haver seguimento de um coração ferido.
Este muro que inventei, será só um agora e já que me protege do mal dizer.
Será sempre nas manhãs douradas onde o sol me ofusca o sono profundo. Não quero, nem desejo um fim glorioso, mas sim, a serenidade transparente rasgada de lutas em terras perdidas, em que o paraíso é a alma do já e agora.
Q.A.
Foto # 33688FA

sábado, 19 de novembro de 2016

Não consigo compreender a passividade do nosso povo em relação ao poder dos políticos e parlamentares e coisas desse género...
Eles fazem o que bem lhes apetece..., brincam com dinheiro dos contribuintes, usurpam os pobres e os menos endinheirados.
Esta classe da nossa sociedade está a abusar da boa vontade do nosso povo. Não declaram rendimentos, como se fossem uns casos à parte da sociedade. Enfim! Estamos entregues a uma bicharada que não olha a meios para obter os seus fins. Isto está uma autêntica anarquia capitalista. Como diz um amigo meu: - “O país está a saque!”
Q. A.
Foto # 33688FA
Nota: Depois digo-vos quais foram as represálias por ter escrito este texto...

domingo, 13 de novembro de 2016

Como se pudesse ouvir a alcateia descer ao povoado em busca de alimento escasso, surge-me o feno ceifado num colorido baunilha que até me feria os olhos.
Pensei que era ali o começo do mundo. Talvez até fosse se eu tivesse forças para suportar os invernos gélidos da montanha.
Há lugares que nos elevam a alma e nos mostram como somos pequeninos perante tamanha candura.
O homem sempre procurou desbravar a natureza, e confrontado com tamanha beleza foi-se adaptando às circunstâncias.
Q.A.
Foto: Branda de Bosgalinhas
# 33688FA

sábado, 12 de novembro de 2016

Quando atravessei esta cancela, entre paredes xistosas e uma infindável natureza por descobrir, senti que havia um caminho doloroso que teria que percorrer, mas isso era só o meu subconsciente que dizia-me. Passado estes vários anos o meu mundo girou, girou e voltou a girar, entre tormentas e felicidades pouco duradouras. Lutei, e continuo a lutar, porque o Amor e a Paz requer luta interior para atingir serenidade.
Q.A.
Foto #33688FA

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

M83 - "Wait" (Official Video)


"Nunca pensei nisso, mas nos dias de hoje, tudo está por fazer para haver paz, amor e felicidade.
Nunca pensei que a humanidade estava mesmo envelhecida, não em corpo mas em alma. O cérebro humano atrofia a passos largos, como se não desse por nada. Mas para que é o dinheiro se podemos ser tão felizes sem ele?
Para lá do nosso horizonte precisamos urgentemente refazer tudo."
Q.A. 10/11/16

Márcia - Lado Oposto



                     Deus te Abençoe, Gratidão :)

terça-feira, 8 de novembro de 2016


Demorou cinco anos a perceber o que Maria Carvoeira, senhora carismática de Castro Laboreiro, queria dizer: - Vai para a tua terra! Filho da puta!
Intrigava-me a forma e tom com que me dizia isso, e aos poucos, fui entendendo, como perceber o que no meio da "loucura" podemos seguir o nosso caminho da verdade.
Um bom amigo, que me ajudou bastante, também me dizia: - " Os Castrejos não te querem cá!" E eu pensava como podia ser possível tais afirmações... Eu que nos meus
 escritos tinha posto para a eternidade, nos píncaros, o Povo Castrejo, via agora ser "uma persona non grata". Realmente a interioridade que este povo sofreu ainda está marcada nas suas raízes, mas mesmo assim, ou de qualquer outra forma, houve gente que me soube entender, e ainda há.
O conflito geracional é bastante marcante, devido aos mais recentes homens da emigração. Novos conceitos de vida que proclamam numa mescla europeia consumista.
Mas, Maria Carvoeira estava na sua razão. Em cada dia madrugador que por ela passava, sentia mais perto o bater da sua seixola que tocava o chão asfaltado a passo certo. Com o passar dos anos comecei a olhar de forma diferente para Maria. Não lhe fixava os olhos, simplesmente lhe dava um bom dia fugidio para não haver atritos.
Apesar de continuar a ser um cidadão recenseado na União de Juntas de Freguesia de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro, e ter casa própria e bons vizinhos, esta localidade, para mim nunca mais vai ser a mesma, com a saudade dos bons momentos que por lá passo.
Espero que nenhum Castrejo se sinta denegrido com estas minhas palavras, porque apesar de não ser bem-vindo para alguns, continuo a ver este povo, que bem me acolheu, de bons olhos.
Q.A.





 

 

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

O MARAVILHOSO MUNDO DO JÁ E AGORA

Naufrago resgatado
Portugal naufraga, numa anastesia muito lenta, que nem o próprio primeiro ministro se dá conta.
Impossivel ir buscar dinheiro a um estado falido, pronto! Com um défice excecivo..., mesmo com impostos, dizem eles de luxo, mas não passam de impostos à maneira stalinista, leninista. Os ditos impostos revolucionários.
Dá a sensação que António Costa já não sabe bem a que partido pertence e a sua veia marxista vem ao de cima, o que parece um pouco estranho que ...
não abdica de carro topo de gama. Ah! É a vaidade, como é vaidoso o nosso primeiro ministro,
António Costa tem uma legião de comissários politicos, ou fiscalisadores e executores para os maldizeres dos opositores que pela palavra que ainda não se paga no imposto revolucionário, vão mexendo com este regime do faz de conta.
No fundo o povo até anda feliz. O pior vai ser quando vier a fatura daqui a dois anos, e FMI e UE, disser: Meus meninos portaram-se mal outra vez. Deram aquilo que não tinham para dar, e agora vão levar o castigo: Troika+Troika = naufrago resgatado.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

O MUNDO MARAVILHOSO DO JÁ E AGORA

Começo esta rúbrica, como se fosse um grito de alerta para os pequenos produtores artesanais, sem influencia publica nas autarquias e que montam as suas empresas a muito custo, trabalham de sol a sol em quanto que o paxá do primeiro ministro dorme o sono dos justos , diz ele, claro.
Não vos quero alarmar, mas existe tamanha corrupção neste estado tão pequeno que até dói, e o pior é que quem não tem 10000 ou mais para dar a um fiscal, está feito num oito.
Não sei onde está a ...
justiça social desta geringonça fantoche. Pavoneiam-se nos médias como salvadores da pátria e defensores legítimos do povo, mas não deixa de ir tomar o seu cafezinho a 0,05 € é bom não é meninas e meninos do bloco? Alguma vez algum de vocês meteu as mãos no estrume fresco? não pois não , que nojo! Pois vocês não sabem nada da vida. Saíram da universidade e encalharam nos partidos menos democráticos de Portugal.
Agora Senhor primeiro ministro deixe viver as pessoas de poucos recursos elas não querem enriquecer querem ter uma vida condigna.
Aqui e agora, digo que somos um pais de merdentos, medo de ser presos, medo de ser julgados, medo de levar porrada.
Este é o maravilhoso mundo do já e agora aquele que não foi desejado por ninguém, mas sim por uma cambada de oportunistas que estão a formar o seu futuro com o dinheiro dos contribuintes.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Os deputados do parlamento português fizeram uma interrupção dos trabalhos para irem tomar um café ao preço de 0,05 €. Vejam só a vergonha deste país. Por o resto do valor normal anda o portuguesinho a pagar do seu bolso. Digam-me lá se isto não é andar a chular um Estado de direito?

domingo, 23 de outubro de 2016

Perseguição serrada do Governo de António Costa aos Licores do Laboreiro.
António Costa envia os seus alcobiteiros , sem pré aviso para intimidar. Repressão à liberdade individual. chegou o Estado Novo.
A ditadura está de volta, mas como dizia esse parvalhão do Manuel Alegre: A mim ninguém me cala!!!!
Estado Português persegue pequena micro empresa de Licores, sediada em Castro Laboreiro, pela simples razão do seu proprietário ser um ativista contra o Partido socialista e sua geringonça.
Tudo começou quando secretários de Estado se pavoneavam em Castro Laboreiro querendo saber quem era o dito produtor.
Até o Julinho Machado Vaz, queria ver o que fazia, tirou informações do produtor, só a cobardia e rabos de palha deste sexólogo não o levou a ter coragem de o enfrentar, fig...
iu a sete pés.
Gente influente do aparelho de Estado com carros topo de gama,e que a té certo ponto conheciam-no da sua cidade, armavam-se em doutores de direito como se estivesse acima da lei e da Constituição.
É este o país que os portugueses querem, é este o socialismo marxista-leninista, que não olham ameios para atingir os seus fins.
Já não chegavam as denuncias dos invejosos, o pequeno produtor ainda teve que levar coma Alfandega de Viana do Castelo, literalmente a dizer para acabar com o entreposto fiscal.
Uns vendem licores sem facturas e sem control e outros pagam os seus imposto sobre o alcool, e mesmo assim vêm chaterar um um reformado por invalidez com uma misera reforma, que teve de se fazer à vida para sobreviver.
António Costa, primeiro ministro, pela monstrosidade que está fazendo para calar a voz de um opositor ao governo, ai vai pagar , vai, e vai ser neste mundo. Ninguém leva o mal que faz para o céu, paga-o cá, na terra.

sábado, 22 de outubro de 2016

Estes aprendizes de feiticeiros, que todos os dias massacram os pequenos produtores com leis que tanto vale produzir 10 litros como 1 milhão que a lei é igual para os dois casos... Somos e vamos continuar a ser um país terceiromundista, porque esta gentinha que está a governar Portugal, e que já deu provas no passado, arrazam com o pequeno comercio e indústria. Vendem Portugal por tuta e meia, e ainda ficam a rir-se como fizessem uma grande coisa. Já começo a dar razão a José Saramago, mas por outras razões que não a dele. Quando não se tem coragem de enfrentar o touro pelos cornos, manda-se os alcobiteiros aplicar as sanções.
Valha-me Deus, que os mediocres continuam por aqui...
ANTÓNIO COSTA NUMA ATITUDE DITATORIAL AO ESTILO DO ANTIGO REGIME PIDESCO, OBRIGA PEQUENO PRODUTOR DE LICORES ARTESANAIS A FECHAR O SEU ENTREPOSTO FISCAL.
PELA SIMPLES RAZÃO DE SER CONTRA A IDEOLOGIA DO GOVERNO.
NÃO LHE INTERESSA COMBATER A GRANDE CORRUPÇÃO, INTERESSA-LHE CALAR, ABAFAR OS PEQUENOS E HUMILDES OPOSITORES...

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Lapiz azul do PS em funcionamente em tempo recorde:
O primeiro ministro anda muito atento aos meus posts.
Ainda ontem cheguei-lhe as touras, hoje já mandou os inspetores da alfandega de Viana do Castelo visturiar o meu intreposto fiscal.
Vergonhoso, completamente inademicivel.
Enquanto eu pago impostos duaneiros sobre o alcool que introduso no consumo, outros fogem, até aparecem na televisão com bebidas ilegais, sem requisitos para serem vendidos ao público....
Senhor António Costa, eu não sabia que já tinha chegado ao seu gabinete, pensei que fosse mais uma minha psicose crónica, mas não. Deixem-se de merdas, e olhem para os reais interesses do país que vocês querem afundar novamente.
Q.A.
Senhor Primeiro Ministro e sua Geringonça!
Os Senhores que têm tanta sensibilidade social, porque não fazem algo em grande sobre os marginalizados, aqueles que vivem na rua com o titulo de sem abrigos?
Faz-me uma especie recambolesca ver a Catarina Martins largar postas de pescada sobre os direitos fundamentais dos cidadãos, mas nunca a vi perto de um sem abrigo dar-lhe uma palavra de esperança. De igual modo Jerónimo de Sousa, que quer ter o lema do defensor da classe operária, mas nunca vi ele às duas da manhã percorrer as ruas de Lisboa, falando com os sem abrigos.
Senhor António Costa, não basta dar a quem tem pouco, é preciso dar a quem não tem nada. Percebeu? Ou é preciso levá-lo para o terreno para ver a dura realidade?
Q.A.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Durante estes quarenta e dois anos de democracia, esbanjou-se dinheiros públicos sem dó e piedade. Por alguma razão temos a dívida pública tão elevada. E não me digam que os portugueses são pouco produtivos. Temos é uma cambada de incompetentes a governar o país anos a fio, venham eles da esquerda ou da direita. Estão todos viciados no poder, e no estrelato mediato. Um bando de vaidosos que se pavoneiam nos corredores da Assembleia da República.
Os desgraçados dos trabalhado...res indiferenciados que vão lutando por melhores condições de vida constroem famílias desiguais, onde as crianças descriminam-se em tenra idade. Caminhamos para o rico e o pobre, classe média parece que vai deixar de existir, o que é uma grande perda para a sociedade portuguesa. O motor de luta pela igualdade que é a classe média, vai dar lugar ao capital dos ricos que não olha a meios para atingir os seus fins.
Pág. 88/89

sábado, 8 de outubro de 2016

"Quando a honestidade prevalece na tua vida, esta mesma vida perde os medos do risco, e tu com a maturidade vais arriscando em consciência, sem medos e rodeios. O tiro na nuca é-te indiferente perante a verdade do teu ser. Com o avançar da idade o sacrificio por que passas é uma mera aprendisagem que adquires até deixares este mundo."
Q. A.

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Tudo começa numa subida ao planalto. Encontro tudo aquilo que menos espero, e que em outro lugar, certamente, não seria capaz de observar.
Agora que aprendi a ver a vida selvagem sem a maltratar, penso que estou preparado para encontrar paz num outro lugar mais avesso aos meus objetivos de vida.
Aprendi a amar o mais pequeno ser, numa observação mais atenta.
Foi duro, mas foi gratificante apurar os sentidos.
Sei agora, que a vida não se limita ao ser humano, é todo um conjunto de fauna e flora que deve ser respeitado da melhor forma possível. Isto não é ser fundamentalista, é saber conviver com as adversidades e respeitar quem merece ser respeitado.
Q.A.
Fotografia: # 33688FA I.F.P.O.

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

António Guterres, por favor!!!

É impressionante como as mulheres são levadas para segundo plano em todo mundo. Mas num mundo que se diz não fundamentalista, o Ocidente, vai escolher mais um homem para secretário geral das ONU.
Não era tempo de colocar uma mulher neste lugar? Já agora o que fez de relevante António Guterres como Alto Comissário para os refugiados?
Fez 0, como se comprovou e está a comprovar com contínua onda de emigração clandestina e mortes no mar.
O que fizeram os anteriores Secretários... Gerais para travar a escalada da guerra no mundo? 0,continuam a não fazer nada, ou muito pouco. O genocídio no Uganda, Congo, Sudão? esqueceram-se da fome em África?
A ONU é um embuste onde as grandes potências medem forças, sem nunca resolverem nada.
Por isto e muito mais, nunca reconhecerei um homem como comandante do mundo. Os homens tiveram o seu tempo, chegou a hora das mulheres tomarem conta do mundo. Tenho dito.
Q. A.

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Pelos olhos de um novo povoador

Um dia meus olhos pararam nesta paisagem. Respirei fundo, fotografei para memória futura, e disse, para comigo: - É urgente encontrar uma localidade onde possa ser eu mesmo. Assim, e com a ajuda amiga, parei numa serra adjassenta a esta, vivi, construi a minha nova vida, e quando a terra já era pequena para os meus objetivos de vida, dessidi que tinha que partir para dar descanso aos nativos, gente pacata.
Refleti sobre o meu conceito de vida, e reparei que estava confinado a um pequeno espaço ladeado pela inveja e mal dizer.
E eu como homem ingénuo e honesto, não fui capaz de resistir a uma nova oportunidade que não foi de tipo grupo Lena de Sócrates, mas sim de uma pessoa, integra, que em tempos passados salvou-me da insanidade, da loucura...
Esta foto tirada por mim em 2009, foi o começo da minha aventura pelas terras serranas, agora acabo aqui esta rúbrica, com a mesma frase de José Luís Peixoto:
-" Não sei o que é loucura ou normalidade.
Para escrever é importante sair da norma, mas duvido que isso seja loucura."


Nota: Obrigado por terem me acompanhado nestes meus devaneios.

Quito Arantes

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Venha visitar a área de produção e comercialização da Micro empresa - Licores do Laboreiro.
Verá como tudo se processa e onde tudo é feito artesanalmente.
Ligue ...para marcar uma visita, caso a porta esteja fechada - 966629225 - Junto ao forno comunitário do Lugar de Portelinha . Castro Laboreiro   4960-082 - Casa do Sol Nascente

Bem vindos!!
Francisco Arantes

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

PELOS OLHOS DE UM NOVO POVOADOR

Eu, como madrugador por opção biológica, quando o tempo permite dou as minhas voltas ao quarteirão da Vila de Castro.
Esta Cabrita, por sinal, bem bonita, posou... para a minha foto.
Raiavam os primeiros feixes de luz do sol matinal, e eu parei, observei, quanto lindos os animais são, venham eles de onde vierem.
Existe sempre algo de muito belo até no animal que nos pareça o mais feio. Olhem bem nos olhos dos animais, eles comunicam connosco, é só uma questão de saber compreender os seus mundos.
Vocês devem estar a pensar este gajo felipou de vês.... Não se preocupem que eu cá me arranjo e não vai ser por isso que vou deixar de vos amar.
Q.A.

domingo, 18 de setembro de 2016

Lena d'Agua - beco


Felicidades para a tua vida Lena, e muita saúde são os meus desejos do coração.
Francisco Arantes (Quito)



sábado, 17 de setembro de 2016

Um país de imbecis

Bom dia!
Uma questão um pouco pertinente, em forma de pergunta-resposta: - Porquê é que Lena D´Água foi praticamente marginalizada dos palcos portugueses, e outros músicos da mesma estirpe não o foram?
Sabem qual é a minha opinião?
- Continuamos passados 42 anos depois de 25 de Abril de 1974 a ser uma sociedade completamente machista, homem é ser superior, porque se não fosse assim, Jorge Palma grande borrachão e toxicómano, também era posto na margem dos imbecis...
Pensem bem, se não tenho razão, por mais que custe a muitos músicos, homens das artes e intelectuais de café.
Q.A.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Ai Marcelo! Ai Marcelo!

Digam-me só uma coisa: - Quem é que está a governar; é o Presidente da República ou o primeiro ministro e sua geringonça?
É que começo a ficar um pouco baralhado com tanta atividade politica da competência do governo feita pelo Presidente da República na comunicação social.
Se for este o caso, mais vale mudar a Constituição e legislar para um regime presidencialista.
Arr!!! Basta de show off.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Preparação de Golpe de Estado na Magistratura

O  governo socialista e a sua geringonça de extrema esquerda, estão planeando um golpe de Estado na Magistratura portuguesa.
Com o intuito de  livrar o corrupto antigo primeiro ministro José Sócrates, preparam tirar o tapete ao Juiz Carlos Alexandre, que não se deixa corromper, de forma alguma.
Estamos a assistir ao que é na realidade um governo socialista de esquerda. Nos bastidores do parlamento esquerdista, não eleito pelo povo, mexem a sua geringonça para livrar Sócrates da prisão.
Foi assim com o deputado Paulo Pedroso acusado de pedofilia no caso Casa Pia, onde entre abraços José Sócrates vai ter a sua comitiva em volta de abraços dos corruptos deste país.
Esqueçam a democracia porque socialismo nunca foi sinónimo de democracia, nunca...
Q.A.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Eu sabia que aquele dia prenunciava o fim de tempos de sonhos felizes.
Mas nem por isso deixei de te amar, porque existem coisas que ficam sempre na nossa memória. Os teus olhos, a tua voz meiga, e tudo aquilo que eu não soube acariciar, ficaram nas recordações de um sonho bonito.
Mas a vida é assim, o sol pôs-se e eu fiquei sem ti… Quem sabe, para sempre…
Resta-me aprender a lição que a vida me diz e me ensina mesmo sem eu querer.
Q. A.

sexta-feira, 9 de setembro de 2016


Quantas vezes subi a esta torre para ver quem lá vinha....
Era jovem, tinha o mundo pela frente, e nada me importava a não ser estar com os amigos e como é obvio com a namorada.
Mas desta torre nada de novo avistei. Via a cidade manter o seu ritmo igual ao de hoje, porque pouco ou nada mudou... Passaram-se várias gerações, e que dizer mais do que isto. A cidade que me viu crescer, num mundo que não era compreensivel para ela, ficou-lhe a memória de alguém, que a amou, que derramou as lágrimas que haviam, e mais não podia fazer, porque a cidade adormecera para sempre num sono profundo.
Q.A.



domingo, 28 de agosto de 2016

Enfim será sempre um tempo sem fim, um tempo que é só meu. Dizem os meus os meus amigos que sou desarrumado do quinto piso.... Até posso ser, mas hipócrita é que não sou. O que sou, sou eu mesmo, transparente, vertical, sempre pronto para dar a mão a um amigo.
Só não posso ser aquilo que os outros queriam que fosse, isso é impossivel. Serei eu no meu ser na minha concessão de viver a natureza tal como ela é....
O que pensa que anda a fazer o nosso primeiro-ministro?????
O que quer fazer , realmente, do nosso país?
Quer um país à Obama? Quer um país à Raúl Castro ou que raio de país quer ele para Portugal???Andamos com défice para frente , défice patra trás, medidas para agradar à geringonça.... Vamos cair numa nova receção, e a culpa vai ser de quem tentou endireitar o país, não é verdade Senhor António Costa? Desculpe que lhe diga, mas V. Exa. não tem nenhum projeto a médio e a l...ongo prazo para Portugal. V. Exa. só sabe pavonear-se perante os médias, é coisa de que gosta mais, sente-se realizado, com essa combada de incompetentes, que vivem do sensonalismo.
Agora diga-me: - Lisboa, Porto, Braga, e o resto do país, o interior.... esqueceu-se dele? Penso que nunca estudou um pouco de história de Portugal, ou então, esqueceu-se drasticamente.
Pense um pouco na revolução industrial!!! Quem alimentava LIsboa , Porto, Braga???? O interior , os agricultores pobres que eram e continuam a ser explorados por essa cambada que vive nas grandes metrópoles.
Senhor António Costa, pensa Portugal como um todo e não um nicho.
Quito Arantes (escritor)

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

COMO PENSO QUE ESTAMOS NUM PAÍS COM LIBERDADE DE EXPRESSÃO, MUITO EMBORA SE FAÇA REPRESSÃO ECONÓMICA A TODA A HORA E MOMENTO, VOU TER QUE VOLTAR A FALAR DO NOSSO PRESIDENTE DA REPÚBLICA DR. PROF. MARCELO REBELO DE SOUSA.
- NÃO BASTA SER PRESIDENTE DOS AFETOS E DOS ABRAÇOS MEDIATOS, É PRECISO QUE SUA EXCELÊNCIA, DESÇA AO PAÍS REAL. AOS DESEMPREGADOS DE LONGA DURAÇÃO, AOS SEM ABRIGO, AOS TOXICÓMANOS, ÀS MULHERES VIOLENTADAS PLEOS MARIDOS IMPUNES, OU IMPUTÁVEIS. LINDAS PALAVRA...S NÃO É V. EXA.? MAS O PROFESSOR NÃO TEM FEITO ABSOLUTAMENTE NADA DE NADA PARA COMBATER ESTES FLAGELOS. IMPONHA A SUA AUTORIDADE MÁXIMA DO NOSSO PAÍS. OBRIGUE ESTES SOCIALISTAS DE GAVETA A TOMAR MEDIDAS DRÁSTICAS, ACABAR COM AS MORDONOMIAS.... AH!!!! ISSO É COMPLICADO NÃO É SENHOR PRESIDENTE, ATÉ AO SENHOR LHE DÓI, NÃO É VERDADE?
UMA PESSSOA QUE PASSOU ANOS AFIO A DISPARAR CONTRA A DIREITA E CONTRA A ESQUERDA NOS SEUS COMENTÁRIOS TELEVISIVOS, JÁ ERA TEMPO DE PÔR O PAÍS EM ORDEM... NÃO É VERDADE SENHOR PRESIDENTE???

Q.A.

Precisa-se de colaboradora

Bom dia !
Pretendo contratar uma colaboradora, com idade acima dos 35 anos para colaborar comigo na elaboração, comercialização de licores, a empresa chama-se LICORES DO LABOREIRO e está sediada em Castro Laboreiro
Importante ter carta de condução, não são requeridas habilitações literárias.
No momento imediato oferece-se alojamento gratuito e alimentação.
Meu nome é Francisco Arantes, e sou proprietário da microempresa.
Os projetos para fazer crescer a empresa estão em curso com IEFP, não tem aparecido candidatas a confiar no projeto.
Não se pode querer mundos e fundos logo no inicio.
TENTE, ARRISQUE, PODE SER QUE ESTEJA AQUI A SUA E A MINHA SORTE EM REALIZAR NOSSOS SONHOS PROFISSIONAIS.

ISTO NÃO É NENHUMA FRAUDE!!!
NIF: 157373002
Francisco Manuel Matos Arantes
Lugar de Portelinha
4960-082 Castro Laboreiro

Enviar curriculum para analise.
Pode ser enviado por e-mail para quito.arantes@outlook.pt
Contactos: 251466044
Telemóvel 966629225

Cumprimentos,
Francisco Arantes
Licores do Laboreiro



 

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

António Mexia, administrador executivo da EDP, empresa que foi privatizada, sobre recursos naturais que são de todos os portugueses, como a água e o vento.
A EDP tem lucros de mil milhões de euros anuais. Mas que merda é esta? Vende-se o país? Aos especuladores económicos?
Os recursos naturais são de todos nós contribuintes que pagam os seus impostos. Este António Mexia não é poretuguês é um traidor de Portugal. Obsecado pelo dinheiro, mas certamente não o vai levar para o outro mundo e o mal que ele está a fazer aos portugueses, vai pagá-lo, mas neste mundo... ai vai , vai.
Gostava de fazer uma pergunta ao nosso primeiro ministro de "socialismo na gaveta". - Então não era suposto o ensino ser gratuito? Não é isso que os socialista tanto apregouam?
Então as familias com filhos vão gastar em média 473,00 € em material escolar. Mas que raio de socialismo é este? Por favor, Senhor primeiro ministro de uma geringonça sem pés nem cabeça, ponha a mão na consciência, e de uma vez por todas, lute pela igualdade de oportunidades, pela liberdade de expressão que é castrada com impostos e diretrizes facionadas.
Largue o seu carro pago pelos contribuintes, dê o exemplo vá no sue carro para o trabalho. Não seja mais um dos convencidos que acham que são mais de que um cidadão comum. Desça à terra, olhe as pessoas que estão a sofrer. Seja um cidadão de que nos poderemos orgulhar no decorrer da nossa história.
Temos portugueses a sofrer, humilhados, e injustiçados. Olhe bem para isso, e se o Senhor Primeiro ministro cumprir até eu virarei socialista.
Q.A.
 
Aproveito para dar os parabéns aos amigos Elisabete Lima e Alberto Enes pela iniciativa, que correu muito bem, bastante concorrida, e que teve a presença da Dr.ª Luísa Gomes responsável da Câmara Municipal de Melgaço, que contactou todos os expositores da feirinha.
É de enaltecer estas iniciativas de divulgação dos produtos regionais e artesanais do concelho.
Que venham mais destas iniciativas!!!!!

quinta-feira, 18 de agosto de 2016


A famosa Azinheira que existia na entrada de Barcelinhos, junto à Capela, deixa-me certas recordações, como as noites de S. João, onde bonitas cascatas era construídas. Não sei se realmente estava doente, é possivel, devido à idade centenária e maus cuidados com a sua saúde.
Ficam aqui duas fotos tiradas por mim para recordar um símbolo de Barcelinhos.
Que a nova Azinheira cresça com mais saúde e cuidados pelas gerações vindouras.
Q.A. (escritor)

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Certo dia, há muito, muitos anos atrás, talvez tivesse dezanove anos, estava com uma depressão de "caixão à cova". Naquele tempo a palavra depressão era aplicada a quem enlouquecia. O que não era verdade. Ignorância de um povo atrasado no tempo.
Perguntei aos meus pais, que nessa altura deviam ter a idade que tenho agora, - O que seria de mim quando eles partissem para irem ter com Deus?
Com ternura o meu pai respondeu: - Tudo se irá resolver, ainda és novo para pensares nisso.
Agora que tenho a idade dos meus pais aquando dessa altura, penso que a vida nos vai ensinando como havemos de comportar-nos perante as adversidades.
Com os ensinamentos dos meus pais aprendi a não ter medo da morte, e a saber que estamos numa breve passagem por este planeta que o homem vai destruíndo dia para dia.
Entristeste-me que miúdos como o meu sobrinho, não tenham um futuro promissor, que possivelmente não vão ter a mesma possibilidade de um dia irem pela estrada e encontrarem animais selvagens...
 
Quito Arantes (escritor)

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Empresa comercializadora de energia Endesa, recusa-se a efetuar os descontos da tarifa social que muitos clientes têm direito.
Mesmo após a segurança social afirmar que esses mesmo clientes têm esse direito perante a lei, continuam no jogo do empurra.
Aliás contratam pessoas especializadas para cortar conversa sobre o assunto.
 
Estamos a assistir a questões que a Empresa Endesa não cumpre a lei Portuguesa, prejudicando os mais desfavorecidos.
Urgente que esta situação seja do domínio público com respetiva denúncia às autoridades competentes.
DGEG -  Direção Geral de Energia e Geologia, órgão do Estado também está implicada nesta fraude.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Estas pessoas não são os teóricos de barrigas encostadas aos balcões de alguns cafés. São gente que trabalha arduamente na apanha do feno que irá levar alimento... aos seus animais. São saberes ancestrais que devemos respeitar com todo o carinho.
Tenho vindo a assistir nos últimos tempos a alguma gente que tem muita teoria de trabalho, mas prática muito pouca. Tenho aprendido neste meu novo paradeiro que quanto mais bondade damos às pessoas, mais elas se enciúmam por não conseguirem fazer o mesmo. E, isso é muito triste. Nós devemos ter consciência das nossa limitações e não encarar isso como uma fraqueza, mas sim como uma condição natural. A natureza nos fez assim.
Quero assim fazer a minha sincera homenagem à gente do campo que ainda trabalha a terra. Pequenos produtores deviam ser acarinhados pelo poder local, dar-lhes todas as condições para que o humos da terra fértil lhe leve as melhores colheitas.
Q.A.

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

DGEG - Direção Geral de Energia e Geologia, começou a retirar tarifas sociais de energia a reformados por invalidez. QUE RECEBEM MENOS DE 300,00 EUROS POR MÊS
GOVERNO FECHA-SE EM COPAS E NADA DIZ SOBRE ISTO.
SERÁ ISTO O SOCIALISMO DA CATARINA MARTINS E JERÓNIMO DE SOUSA?
A PERSEGUIÇÃO POLITICA JÁ COMEÇOU, SÃO ESTES SOCIALISTAS DE ESQUERDA E EXTREMA ESQUERDA QUE FALAM EM LIBERDADE? ONDE ESTÁ A LIBERDADE DE EXPRESSÃO, QUANDO É O GOVERNO QUE DESCAPITALIZA OS MAIS FRAGEIS.
O SENHOR MARCELO REBELO DE SOUSA ANDA A DORMIR NA FORMATURA. PORQUE SE TIVESSE ELES NO SITIO NO DIA 1 DE JULHO TINHA DEMITIDO ESTE GOVERNO FANTOCHE.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Eu não escolhi, nem era suposto ter escolhido este caminhar dependente.
Eu escolhi ser livre, mas... alguém teima em cortar-me as asas para poder voar livremente.
Não me interessa o luxo , nem a gula, nem a ostentação. Interessa-me o amor que possa dar a quem precisa...

Q.A.
Começou a perseguição política suja. IGAMAOT novo organismo de inspeção aos artesões. Uma tal Eng.ª Ana qualquer coisa que não fiquei a saber o apelido quer-me inspecionar, literalmente por questões de politica ou divergência com as politicas do governo em exercicio.
O raio da mulher de uma arrogância desmedida queria implicar comigo. Quando lhe falei para inspecionar as grandes superficies, afinou, literalmente acabou aqui a conversa.
Estes entendidos que falam em liberdade...s e garantias dos cidadãos, falo dos socialista de gaveta, não têm respeito por ninguém..
Partilhem este texto que quero ver o que o Senhor Galamba, que é tão proguessista em várias matérias, o que tem para dizer.
Penso que o PS quer acabar com a liberdade de expressão.
Tenho dito.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Igamaot - Inspeção-Geral da Agricultura. do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território.
Que raio de organismo do Estado é este?
Inspetor Diretor - Mário Grácio?
Quem é este individuo e com que direito se dirige a mim?
Por caso devo-lhe algum?...
Se queres guerra comigo Mário Grácio vais-lha ter.
Porra porque não vais chatear o teu amiguinho José Socatres que roubou milhões aos contribuintes?
Não tens mais a quem chatear?????

terça-feira, 12 de julho de 2016

Assim vai Castro Laboreiro!
Quando se tem que criticar as entidades oficiais por mau desempenho à comunidade, tem que ser dito com todas as palavras devidas.
Uns andam atentar desenvolver a freguesia, tentando com o pouco dinheiro privado criar novidades e motivos para os locais e turista se interessarem por Castro, outros estão mais interessados em megalonomias, e interesses corporativos que não desenvolvem a localidade, mas sim enchem os bolsos de meia dúzia de espertos.
Temos em Castro Laboreiro, infrastuturas que dentro de pouco tempo, se não forem reativadas, estarão caídas de velhas, e não será por falta de interesse de particulares que estas não são ativadas.
LEIAM A CARTA QUE RECEBI DO PRESIDENTE DA CAMARA DE MELGAÇO...
E digam-me se não andamos aqui a brincar aos subsídios comunitários.
Nem daqui a dez anos este mega projeto sem pés nem cabeça ficará aprovado e as instalações existentes na freguesia cairão de podres.
Eu sei que possivelmente haverá retaliações à minha pessoa, mas eu sou uma pessoa com dignidade, e homem honesto, não vim para Castro Laboreiro para enganar ninguém.
Tenho dito,
Francisco Arantes


terça-feira, 5 de julho de 2016

Vou ter que cair em cima de Marcelo Rebelo de Sousa.
NOSSA PRESIDENTE DA REPÚBLICA....

Por acaso o nosso querido Presidente dos afetos, já foi visitar familias pobres. Pobres no verdadeiro sentido da palavra. Lembrou-se da etnias marginalizadas? Por acaso olhou bem para o nosso interior profundo? As dificuldades que homens e mulheres tentam resistir ao desenfrear cosmopolita, que nos cega as almas?
Presidente dos afetos é enterrar as mãos na terra molhada e estrumada que lhe ...dá os legumes que bem os come nas apresentações megalomanas.
Senhor Presidente esqueça a sua intelectualidade e mordomias adquiridas e sinta o chão que muitos tentam que não morra neste Portugal, que o betão insiste em substituir a terra que nos fez nascer.
Q.A.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Haverá, infelizmente, sempre uma cancela na nossa vida que nos impedirá de realizar muitos dos nossos sonhos. Mas dentro da nossa mente ninguém conseguirá entra...r e aí somos livres de pensar e que bem entendermos.
Entre o físico e o imaterial, fica a nossa consciência onde só nós podemos decidir.
Q.A.

terça-feira, 28 de junho de 2016

Há mais de meia dúzia de anos, fiz uma visita à Aldeia da Pena em S. Pedro do Sul. Foi uma daquelas viagens inesperadas, de querer ir e não hesitar. Isto para v...os dizer que o nosso caminho predestina, muitas vezes, o local onde queremos viver, e refazer a nossa vida. Reza a lenda:" Noutros tempos, muito antes do conjunto de casas ter ficado reduzido aos oito habitantes, que atualmente lhe sobreviveram, a aldeia não tinha cemitério. Quem morresse tinha que empreender uma última viagem até Covas do Rio pelos desequilíbrios do carreiro que segue ao lado da linha de água. Numa dessas vezes, reza a história, o caixão atraído pela vertigem soltou-se com um dos seus carregadores atrás. E a jornada, que começara com um morto, terminou com dois. O caminho acabou batizado pelo trágico incidente."
Constatei que era predestinado, após reflexão profunda, que o meu lugar seria a serra e essa serra Castro Laboreiro. E quando o caminho parecia que seria para sul, tudo se modificou e virei a norte, muito a norte, mesmo na raia nortenha, Aqui fiquei e aqui me fico para que não me aconteça, espero bem que não, como rezou a lenda nesta bonita aldeia da Pena.
Q. A.

domingo, 12 de junho de 2016

Estou só, tu estás só, e a companhia tarda em chegar.... Mas para quê esperar? É já ali, mesmo ao teu lado, sem perconceito, está uma voz amiga que te pode preencher o teu vazio.
Não interessa o aspeto fisico, mas sim a alma com que tu revês no teu sentido para a vida. Entrega-te sem medo, sem falácias, sem tenebruras do dia do amanhã.
Tu serás livre, quando tu bem entenderes e ninguém o fará por ti.
Q.A.

terça-feira, 7 de junho de 2016


Um dia temos o mundo na mão, noutro estamos perto de uma sarjeta, tudo pode ser inesperado. Agradeço a Deus nunca me ter abandonado, isto para os crentes, que para outros é só destino.
Não ficarei parado esperando que tudo venha ter comigo, lutarei sempre, andarei sempre, porque o caminhar é o que nos faz feliz...
Q. A.

terça-feira, 17 de maio de 2016

Não fales, não digas absolutamente nada. Houve! Houve quem te circunscrita, houve o tom, o timbre.
Depois compreeenderás que o amor está em ti e no que tu visit
as.
O amor está na tua compreensão do ser mais insignificante.
Não fales, não digas nada. E quando falares agradece a Deus por ainda andares por aqui.
 
Q. A.



quinta-feira, 28 de abril de 2016

É SÓ UM DESABAFO...

Chego ao meu retiro, à minha casa, ao meu mundo interior que não tenho ninguém observando-me, a não ser a minha gata fiel Pipoca, e sinto que ainda há muito por fazer na minha já longa vida. Como diz Mafalda Veiga numa canção: " Nunca vamos chegar ao fim! "
Pois é, esse fim, não me está a interessar, interessa-me o meu presente vivido na maior das intensidades emocionais.Nas conquistas de trabalho árduo, mas não pensem que é trabalho pesado, físico. É psicológico, a mente sempre a trabalhar até à exaustão. Por isso chego a casa, e já não me interessa se tenho que jantar ou não. Sei sim,que tenho que pôr comida à Pipoca. Eu posso esperar, posso esperar que a fome me ataque, e me diga: - Tens que comer algo para continuares no teu trabalho.
As poucas horas que durmo, descanso, são só as suficientes para voltar a estar alerta para a vida.
E como se o tempo fugisse-me entre as mãos, volto à sobrevivência, porque haverá um tempo que pouco me importa que ele fuja, esse tempo, é o tempo da eternidade.
Q. A.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

PELOS OLHOS DE UM NOVO POVOADOR



                                                CENTRO DE ESTUDOS QUITIANOS
Numa passagem alienatória por uma branda, deparo-me com esta situação Idílica.
A estrada estava por conta desta Senhora e seu rebanho de ovelhas. Eu e meu amigo que ia a conduzir, respeitamos na perfeição o seu percurso.
Caminho abaixo lá foram, o rebanho e a Senhora, que amavelmente as direcionou para um campo junto à estrada.
Sem nos conhecermos, cumprimentamo-nos com sorrisos nos lábios e acenos de mãos....
O respeito é muito bonito, faz parte da educação que nós tivemos e esta Senhora também o teve.
Fiquei feliz... cada vez mais me sinto ligado à terra, às gentes simples, de uma natureza invulgar.
 
C.E.Q.






sábado, 23 de abril de 2016

UMA APRECIAÇÃO DA POLITICA NACIONAL:


 

Esta mais que provado que os nossos parlamentares estão completamente minados por interesses instalados na sociedade.

Nunca vi a esquerda radical parecendo cordeiros amestrados, um partido comunista tão ciente das suas origens, que agora é comandado pela sua central sindical (CGTP). O que Arménio Carlos disser é o que o partido comunista faz...

O apêndice do PC, PEV, é tudo menos um partido que defende a sustentabilidade dos interesses do ecossistema português. A sua preocupação é defender o proletariado como se tivéssemos no princípio do século XX.

Tenho que levar tudo a direito; O PSD e CDS, como sabemos defende a austeridade como única forma de combater o défice da dívida portuguesa. Não encontram outra solução, não são criativos, falta de soluções para os problemas sociais do país.

O Pan, não sei que diga deste pequeno partido e para onde vão as suas politicas de proteção da vida animal e da natureza, não vejo intervenção relevante no parlamento, nem sequer projetos de lei apresentados.

Chego à conclusão que esta classe de políticos, não passam de uns aprendizes de filósofos, que vão ganhando os seus ordenados milionários, oferecidos pelos contribuintes.

Por falar em geringonça, vou ter que incluir todo o parlamento como a real geringonça que nos tem governado nos últimos 42 anos, e que nos mantiveram na cauda da europa. Eu sei do que falo, pois eu assisti ao 25 de abril de 1974, e analisando bem estas coisas, ainda não vi nenhum governo competente para ficar para a história de Portugal por nos ter tirado desta propriedade.
Q.A.