domingo, 26 de dezembro de 2010

Reflexão de tarde de Natal - Entre o nada e a existência

Entre o nada e a existência
Apúlia sempre teve o seu lado mágico, por de trás do frenesim dos visitantes. Não vou lá para ver quem passa, mas sim, para apreciar as suas belezas naturais e as suas gentes nas suas artes e ofícios.
Lugar de reflexão de um ano passado no turbilhão da cidade mexeriqueira que amo.
Então! - Entre o nada e a existência?








sábado, 25 de dezembro de 2010

Saudades!! Amigo Óscar Carvalho - Uma pequena homenagem

A tua Alma continua entre nós.
Testemunho que deixaste muito avançado para a época.
A minha eterna saudade.




























quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Lançamento do último romance: A Janela Aberta



O ambiente descontraído foi tónica constante da noite.
O evento correu muito bem, com as pessoas amigas e público em geral atentos às minhas palavras e do amigo Professor José Maria Cardoso que fez a apresentação do livro.
Eu e Sergio Castro, um reeencontro passados 40 anos, que fez questão de estar presente no lançamento do livro.
O meu muito obrigado a todos os presentes e a todas as pessoas envolvidas neste evento.




quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Terras de Bouro

Há vários anos a fotografar espigueiros, este, numa freguesia de Terras de Bouro, de construção recente, destaca-se pela originalidade da sua localização. Nunca tal tinha visto. Fica aqui o registo que tenho todo o prazer de partilhar.

Citação de duas Abóboras

Semeaste! Vais colher o fruto da terra. Foi com muito amor e carinho que nos trataste e daí oferecemos-te o nosso corpo carnudo que te dará alimento para a tua árdua vida de camponês.
As sementes que restarem de nós, guarda-as com amor, porque nós, juntamente com a mãe natureza, voltaremos a servir-te com todo o nosso amor.

domingo, 21 de novembro de 2010

Nascer para viver

A anunciação da alvorada com o fulgor incandescente da cor, provoca no ser vivo, onde nos incluímos, a vontade de renascer para um novo dia de vida, que nos propomos a alcançar para deixar um testemunho na terra.

domingo, 24 de outubro de 2010

O SONHO

O Sonho


Julgar-se-ia bem mais correctamente um homem por aquilo que ele sonha do que por aquilo que ele pensa

" Os Miseráveis"

Victor Hugo

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Preservar o ribeiro de S. Salvador de Campo - Barcelos

Corpo docente e alunos da EB 1 de Campo

Numa campanha de sensibilização da população para a importância de proteger o ambiente e a água, fonte de riqueza esgotável.

Este lugar que sofreu modificações, tornado um espaço de beleza singular, tem sofrido agressões ambientais, que as crianças de Campo, querem preservar para o seu futuro, em harmonia com a natureza.






segunda-feira, 18 de outubro de 2010

CASA DO MENINO JESUS - Pereira - Mirandela

Estas são as minhas amigas do coração.
Há 35 anos que visito esta instituição que tem uma obra notável contra todas as adversidades.
DEUS é GRANDRE

sábado, 16 de outubro de 2010

Exposição itinerante 2 OLHARES - Escola Secundária de Barcelos





A exposição de fotografia, 2 Olhares dos fotógrafos Quito Arantes e Sofia Carvalho, tomou a dimensão itinerante.

A ideia partiu da coordenadora da biblioteca da escola secundária de Barcelinhos, Prof.ª Florinda Bogas, que ao visitar a primeira exposição destes fotógrafos barcelenses, na biblioteca municipal de Barcelos, patente durante o passado mês de Julho. Depois de vários contactos com os corpos docentes dos agrupamentos de escolas de Barcelos, começou a tomar formas esse projecto.

Está a decorrer até à próxima quarta-feira, na biblioteca da escola secundária de Barcelos, a 3ª exposição 2 Olhares, sob a coordenação da Prof.ª Bibliotecária Luciana Gomes, que em conjunto com o director desta Escola, Jorge Saleiro e a Prof.ª Glória Cardoso de Ciências Sociais e Humanas, louvaram esta iniciativa, tanto artística como pedagógica para os alunos e publico em geral.

Os dois fotógrafos, realçaram a importância das emoções visuais nos vários contrastes fotográficos.

Ouve uma interacção entre os intervenientes, fotógrafos, professores e alunos, sobre o mundo da fotografia, tanto da era analógica como digital.

Esta exposição itinerante 2 Olhares, seguirá o seu caminho, agora para a Escola Henrique Medina em Esposende, prevista para daqui a quinze dias.




sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Castro Laboreiro - Melgaço

Peso
Formarigo de cima

Moínho de água a caminho das brandas

Inverneira: Cainheiras


Brandas e Inverneiras


Os povos castrejos têm duas aldeias, cada família tem duas casas, uma na Inverneira outra na Branda.


O que é uma Inverneira?

É uma aldeia onde passam o inverno, fica situada a mais baixa altitude que a Branda, em vales abrigados.
Normalmente deixem da branda no princípio de Dezembro - onde fazem a matança do porco, já na Inverneira, permanecendo até Março.
A Páscoa , normalmente já é passada na Branda.


O que é uma Branda?

É a aldeia de altitude, onde fazem as sementeiras, onde passam a maior parte do ano.
Dizem que as águas são melhores, são zonas frescas no Verão, as pastagens são mais verdes.
Semeia-se centeio e a batata Os bovinos de raça Barrosã causam a nossa admiração Os rebanhos são de cabras guardados por cães castro laboreiro, raça autóctone identificada e estudada pelas grande estudioso do P.ª Aníbal Rodrigues, pároco de Castro.

Na mudança os castrejos levavam todos os seus animais, antigamente até a mobília
Agora já não é assim, visto que as duas casas estão condignamente equipadas.





domingo, 26 de setembro de 2010

OLHARTES - HOTEL CASTRUM VILLAE (Castro Laboreiro)

Parabéns! ALUA POLEN
e
Hotel Castrum Villae













Noite de sábado memorável. Encontro de artistas em várias áreas de expressão, finalizado com o grupo feminino de vozes musicais:« Jogo de Damas » que excederam as expectativas.
Toda a gente presente espera que o evento, Olhartes, seja o princípio de uma bola de neve, que se vá desenvolvendo no seu sentido mais lato. Estiveram presentes artistas de várias zonas do país assim como de Espanha.
Ainda houve tempo para umas coreografias de três jovens universitárias, uma Castreja, desenvolvendo expressões corporais ao som de ritmos alternativos.